CARREGANDO

Digite para buscar

Reportagens

Atingidos pela Samarco estão contaminados por Arsênio e Níquel

20 de março de 2018

Pela primeira vez, exames apontaram a presença de níquel e arsênio no organismo de atingidas e atingidos pelos rejeitos químicos da barragem da Samarco em Mariana (MG), em novembro de 2015.

Os exames foram realizados em onze pessoas que residem em Barra Longa (MG), cidade que foi impactada pela lama do rompimento da barragem. Os moradores da região estão sofrendo com feridas e manchas na pele e boa parte da população está com queda de cabelo.

A Pavio acompanhou Simone Silva, que levou sua filha de três anos para começar o tratamento em São Paulo.

Vídeo por Caio Castor e Igor Carvalho

Tags:

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *