CARREGANDO

Digite para buscar

Reportagens

Nas ruas, a sentença de Lula

29 de janeiro de 2018

Todo o aparato midiático estava montado para noticiar a previsível condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no dia 24 de janeiro. Muito distante da confortável sala do Tribunal Regional Federal 4, em Porto Alegre, e do “juridiquês” empreendido pelo desembargador João Pedro Gebran Neto durante as cinco horas em que leu seu voto cansativo e pouco explicativo, estava o povo. Nas ruas, ansiosos pelo resultado, manifestantes a favor e contra Lula, em pontos diferentes da cidade de São Paulo afirmavam suas convicções:

“A minha opinião, assim, eu acho que ele tem culpa e como todo brasileiro ele deve ser julgado, mas também acho que há toda uma corrente de outros culpados que tão contra ele, parece briga de ladrão contra ladrão”

“Se não fosse o Lula minha filha – eu sou empregada doméstica, meu esposo é pedreiro, se não fosse o Lula minha filha tinha feito faculdade. (…) Então eu se falar do Lula eu saio até no tapa com a pessoa”

Alheias ao debate, outras pessoas buscavam respostas para suas dúvidas. A Pavio escutou todos os lados, veja o resultado em nosso vídeo.

Tags:

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *